20 de fev de 2018

LEITURA DO MÊS: O NATAL DE POIROT

Aprendi a ler aos 6 anos de idade e posso dizer que Agatha Christie me influenciou muito, primeiro pelo nome grande na capa de seus livros ( sempre achei lindo) e segundo porque minha mãe passava horas do dia lendo Agatha ou Sidney Sheldon, e curiosa como sempre fui quis logo saber o que prendia tanto a atenção da minha mãe, perguntava sobre o que ela estava lendo e ela dizia:" é um livro para adultos", não quis esperar virar adulta e vez ou outra eu pegava escondido os livros da Agatha para tentar ler e foi assim que comecei...Minha primeira aventura completa foi aos 8 anos de idade, "O natal de Poirot"!

Lembro de ler a noite e ficar com medo na hora de dormir,rs...e 24 anos depois voltei a me aventurar nessa história, e tudo foi novo, uma história diferente, quando li a primeira vez nada me pareceu tão óbvio quanto agora, talvez sejam as 10 temporadas de CSI,rs, ou a inocência de criança, não sei, mas essa segunda leitura foi rápida e logo de cara já desmascarei alguns fatos importantes, me senti muito "Poirot"...


Título: O natal de Poirot
Autor: Agatha Christie
Editora: Harper Collins
Número de Páginas: 221



Que a Agatha é rainha todos já sabemos, mas cada vez que leio uma obra dela fico em choque, ela é perfeita no jogo de palavras e no final de cada história, cada detalhe lido ao longo do livro e que na hora não tinha tanto sentido, fica mais óbvio...



A história se passa na Inglaterra e Agatha nos apresenta a família Lee. Todo o mistério acontece durante a festa de Natal, os personagens, muito bem construídos e atuais, nos são apresentados durante a véspera de Natal...O multimilionário Simeon Lee  convida todos os seus filho para um jantar de Natal e durante a festa um crime acontece...



E nós, leitores, somos praticamente convidados a desvendar esse mistério( Agatha é genial). Durante toda a leitura a autora solta algumas pistas que ao longo da história vai fazendo sentido, cada personagem tem um mistério a ser desvendado para que a verdade apareça. A leitura é rápida e de fácil compreensão, lembrando que essa é uma história de 1938, mas confesso que essa nova edição está fantástica e com uma linguagem atualizada.


Agatha usa muitas referências em seus personagens, como Shakespeare, por exemplo, com uma frase logo no início: “Quem jamais poderia imaginar que aquele velho guardasse tanto sangue dentro de si?” Macbeth



Sou suspeita para falar de Agatha, mas somos fisgados pela história logo no início, daqueles livros que não dá para parar de ler, queremos saber logo o que acontece e se nossas impressões estão certas, se matamos a charada...Super recomendo a leitura de "O natal de Poirot" ou de qualquer outra obra de Agatha, ela é impressionante e faz jus ao título de Rainha do Crime!!


4 comentários:

  1. Oie, tudo bem?
    Gostei de saber de sua pequena história de como ela te influenciou desde criança e quando lia escondido haha, quando assisti o filme de Assassino no Expresso Oriente, fico com muita vontade de ler as obras dela, mas tenho medo de não gostar da escrita por ser um clássico, sua resenha me fez ter um pouco de coragem para comprar, quero que esse seja o primeiro haha, super amei!!

    Beijos
    www.mandyliine.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, fico muito feliz...Leia sim, a leitura é tranquila e Agatha é a melhor...

      Excluir
  2. Hey, vim avisar que encontrei numa sebo alguns livros dela, exclusive de Poirot e quero tentar comprar por lá, é uma pena que não é com essa capa bonitinha hehe, beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Compre sim, o importante é a leitura, a capa depois vc resolve,rs...

      Excluir

Deixe aqui seu comentário, sugestão ou alguma dica...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Tecnologia do Blogger.